Blog Ameli
Reflexión y Análisis en torno a la comunicación de la ciencia
Compartir entrada:

“Abrir com Propósito: uma reflexão de como construir equidade e inclusão estruturais”

O âmbito acadêmico apoia e contribui ao cumprimento dos objetivos das Nações Unidas, entre os quais estão a promoção e proteção dos direitos humanos, o acesso à informação e a sustentabilidade. A UNESCO trabalha para “manter, aumentar e disseminar o conhecimento, fomentando a cooperação entre as nações em todos os ramos da atividade intelectual” de acordo com o objetivo 17.6 dos ODS. Nesse processo, a UNESCO tem trabalhado com o setor acadêmico como um dos principais associados para as comunidades serem “abertas” e “inclusivas”, a fim de democratizar o conhecimento científico. A UNESCO reconhece o Acesso Aberto como uma das principais ferramentas para a abertura da ciência, pois permite aos pesquisadores a aprendizagem e construção a partir de pesquisas prévias. Graças a isso foi possível criar pesquisa científica relevante e acessível para todos.

A Semana do Acesso Aberto é um “evento anual de comunicação acadêmica sobre questões relacionadas como o Acesso Aberto e é uma oportunidade para refletir sobre o progresso do passado, fortalecer os processos multifatoriais  e planejar estratégias para o futuro”. A UNESCO, em conjunto com seus parceiros, deseja aproveitar a Semana do Acesso Aberto 2020 para colaborar como o mundo acadêmico com o objetivo de explorar novas mudanças nos processos de publicação e democratização do conhecimento. A Semana do Acesso Aberto será organizada em 2020 com o tema “Abertura com propósito”.

A América Latina tem sido um continente líder em Acesso Aberto. Isso foi conseguido por meio do estabelecimento de exemplos e múltiplos pontos angulares. É por isso que, com o objetivo de comprometer o setor acadêmico latinoamericano a melhorar a compreensão do assunto e gerar ações concretas para incrementar seu papel nos processos de publicação, foi organizado um webinar regional.

Nesse sentido, a UNESCO e seus associados organizam um evento dedicado a debater o papel, a participação e a preocupação com respeito ao Acesso Aberto e à América Latina durante a Semana do Acesso Aberto de 2020. Este é um evento mundial com 10 anos de experiência e que representa uma oportunidade para as comunidades acadêmicas e de pesquisa continuarem aprendiendo dos possíveis benefícios do Acesso Aberto, para que o setor acadêmico compartilhe o que tem aprendido e seja de ajuda para inspirar uma maior participação que possa contribuir a tornar o Acesso Aberto uma nova norma para bolsas e pesquisas.

Webinar “Abrir com Propósito: uma reflexão de como construir equidade e inclusão estruturais”

Objetivos

  • Identificar os esforços atuais sobre Acesso Aberto por círculos acadêmicos em colaboração com outras partes interessadas.
  • Mostrar as estratégias propostas pela região latinoamericana para alcançar um Acesso Aberto com propósito.
  • Estudar as preocupações do setor acadêmico para garantir o Acesso Aberto e que as metodologias nacionais e institucionais de avaliação da ciência fortaleçam o Acesso Aberto não comercial, para lograr uma maior equidade e participação de países em desenvolvimento.
  • Envolver às novas gerações na reflexão sobre a evolução e sustentabilidade do Acesso Aberto, com a finalidade de sensibilizar os novos pesquisadores sobre os benefícios de alcançar uma comunicação científica inclusiva.
  • Refletir sobre a evolução das culturas evaluativas e sobre sua repercussão no futuro do Acesso Aberto.

Data

  • 23 de outubro de 2020 11:00 – 13:00 (CDT)

Agenda

Image Map

Link de registro: https://register.gotowebinar.com/register/6076565769829116944

UNESCO: Seguindo seu compromisso de garantir o Acesso Aberto à Informação, a UNESCO tem desenvolvido várias iniciativas e programas de treinamento para conscientizar sobre a importância do Acesso Aberto. Além disso, a UNESCO tem contribuído na diminuição da lacuna tecnológica com o objetivo de criar recursos como os depósitos digitais abertos. A UNESCO é também a primeira organização das Nações Unidas que elaborou uma estratégia de Acesso Aberto para publicação de dados e outros recursos. O esforço será coordenado pela UNESCO com contribuições estratégicas e programáticas das oficinas exteriores da UNESCO na Ásia e na América Latina.

AmeliCA/Redalyc: Informação aberta para a América Latina e o Cone Sul. É uma infraestrutura desenvolvida para o ecossistema acadêmico de comunicações na América Latina. É uma opção para as sociedades acadêmicas de outros países do Cone Sul a usarem para competir com as marcas editoriais internacionais em termos de tecnologia para publicação e disseminação.

CLACSO: O Conselho Latinoamericano de Ciências Sociais foi criado em 1967, é uma instituição internacional não governamental associada à UNESCO.  Na atualidade, o CLACSO reúne 680 centros de pesquisa de pós-graduação na área das ciências sociais e humanidades em 51 países da América LAtina e outros continentes.

Declaração de São Francisco sobre Avaliação da Pesquisa (DORA): Seu objetivo é acabar com o hábito de relacionar o impacto de um periódico científico com o mérito próprio dos pesquisadores. De acordo com a Declaração, essa prática cria vieses e imprecisões na avaliação da pesquisa científica. Além disso, a Declaração estabelece que o fator de impacto não deve ser usado “como uma medida indireta da qualidade de artigos de pesquisa individuais, para avaliar as contribuições de um cientista individual, ou em decisões de contratação, promoção ou financiamento”.

Se você quiser postar no blog, escreva para o e-mail Ameli.conocimientoabierto@gmail.com comunicar a sua experiência e/ou contribuições no acesso aberto. A participação no blog está sujeita à avaliação por coordenadores. Os escritos publicados no blog Ameli são da responsabilidade do autor e não refletem necessariamente a opinião da AmeliCA.



Compartir entrada:

Reply