Blog Ameli
Reflexión y Análisis en torno a la comunicación de la ciencia
Compartir entrada:

O futuro da Ciência Aberta, ainda que prometedor, não tem certezas. Contribuir à sustentabilidade de DOAB, OAPEN, OpenCitations e PKP por meio da Coalizão Global para a Sustentabilidade de Serviços de Ciência Aberta-SCOSS

A Coalizão Global para a Sustentabilidade de Serviços de Ciência Aberta-SCOSS liderada pela SPARC Europa, foi criada em 2017 com o objetivo de identificar serviços não comerciais e essenciais para a Ciência Aberta (CA) e fazer recomendações fundamentadas e qualificadas dos serviços que devem ser considerados para receberem apoio financeiro.

Apenas serviços não comerciais e com uma financeira pouco sólida são elegíveis. A SCOSS fornece as condições gerais e a estrutura de financiamento, avaliando os potenciais candidatos em relação ao conjunto definido de critérios. Aqueles candidatos mais elegíveis dos que aprovam a avaliação rigorosa, se apresentam à comunidade global de atores interessados em CA e Acesso Aberto (AA) com um pedido de apoio financeiro num enfoque de crowdfunding.

A infraestrutura de CA apoiada pela SCOSS oferece à comunidade científica e acadêmica recursos e serviços para acessar, compartilhar e avaliar a pesquisa.

No final de 2017, a SCOSS lançou o ciclo de financiamento com a apresentação dos serviços a serem financiados: SHERPA/RoMEO (https://v2.sherpa.ac.uk/romeo) e o Directory of Open Access Journals (DOAJ) (https://doaj.org). Desde então, mais de 200 instituições e organizações têm realizado aportes por 1.691.258 euros: 538.359 dirigidos à SHERPA / RoMEO e 1.271.910 dirigidos ao DOAJ.

Em 2020 tres serviços de infraestrutura de Ciência Aberta foram avaliados pela SCOSS e foram selecionados para um segundo ciclo de financiamento:


  • DOAB/OAPEN: São duas infraestruturas de utilidade para os pesquisadores e leitores de todo o mundo, já que oferecem um acesso fácil, gratuito e centralizado a dezenas de milhares de livros publicados em Acesso Aberto. Com a colaboração com sócios como SciELO, busca-se a visibilidade dos livros publicados pelas editoras latinoamericanas, demonstrando ao mesmo tempo a natureza global e a bibliodiversidade da publicação de livros em Acesso Aberto. Na atualidade, mais do 30% dos livros em DOAM têm sido escritos em língua romance (https://www.doabooks.org y https://www.oapen.org).

    Para estabelecer um acordo de financiamento, os detalhes de contato podem ser encontrados em https://sparceurope.org/download/7929/

  • OpenCitations: É uma infraestrutura aberta e sem fins lucrativos que proporciona um acesso ilimitado, aberto e gratuito a dados bibliográficos e de citações de pesquisadores de todo o mundo, de qualidade e cobertura que rivalizam com os de serviços com patentes como Web of Science e Scopus. OpenCitations fornece dados contendo mais de 700 milhões de citações que a comunidade pode usar para qualquer propósito, por exemplo, a avaliação de pesquisadores tanto nacionais como internacionais com a finalidade de fazer os processos mais transparentes e reproduzíveis em contraste com outros serviços patentados. A comunidade participa diretamente na gestão de OpenCitations por meio do Conselho Consultivo Internacional, que inclui bibliotecários, defensores da Ciência Aberta, editores, pesquisadores e integrantes de outras infraestruturas abertas de países e instituições diferentes (https://opencitations.net).

    Para estabelecer um acordo de financiamento, os detalhes de contato podem ser encontrados em https://sparceurope.org/download/7913/

  • PKP: É uma iniciativa sem fins lucrativos conhecida por criar e manter o Open Journal Systems (OJS), o qual é o software livre e de código aberto mais utilizado no mundo pelos periódicos científicos em seu processo de gestão editorial e publicação na web. A América Latina é um dos maiores usuários do OJS em todo o mundo, com aproximadamente 2.476 periódicos científicos em 20 países que fazem uso do sistema tanto em espanhol como em português. Junto com organizações como Redalyc, SciELO, IBICT, além de outras, PKP apoia o Acesso Aberto na América Latina fornecendo uma infraestrutura de gestão editorial que tem como caraterística ser gestionada localmente, pela própria comunidade, com um amplo soporte técnico e globalmente indexada, que fortalece aos periódicos científicos (https://pkp.sfu.ca).

    Para estabelecer um acordo de financiamento, os detalhes de contato podem ser encontrados em https://sparceurope.org/download/7926/

Ao contribuir por meio da SCOSS, esses três serviços poderão assegurar a sua sustentabilidade para continuar fortalecendo o ecossistema de Ciência Aberta em todo o mundo. A América Latina tem sido referência em Ciência Aberta e em Acesso Aberto com um enfoque sem fins lucrativos e propriedade da acadêmia. Esses serviços estão ajudando na construção de um panorama de Acesso Aberto sem fins lucrativos mais sólido em todo o mundo.

Para fazer mais simples o processo de outorgamento de financiamento e criar condições gerais que considerem a diversas situações económicas das instituições e organismos em todo o mundo, a SCOSS tem estabelecido a seguinte estrutura de financiamento:

Tipo de organização Contribuição anual (Euros)
Grandes organizações de países com alta renda 4,000
Pequenas organizações de países com alta renda 2,000
Organizações que outorgam financiamento 8,000
Governos nacionais ou regionais e organizações internacionais 5,000
Organizações de países com baixa e média renda; pequenas organizações sem fins lucrativos e organizações com orçamentos mais reduzidos 500

 

A SCOSS solicita aos financiadores asuman un compromisso de tres anos que pode ser pago de forma adelantada ou anualmente.

NOTA: Embora SCOSS sugere esses valores e estrutura, os serviços recomendados pela SCOSS trabalham com os contribuintes para estabelecer um acordo de financiamento.

Mais de 200 instituições têm contribuído até hoje. Todos os financiadores da SCOSS que alguma vez tenham apoiado alguma infraestrutura respaldada pela SCOSS encontram-se registrados aqui. Podem ser consultados e ordenados por nome, país, ciclo de financiamento ou ano em que assumiu o compromisso.

Esses serviços têm evoluído e demonstrado a sua vital contribuição e precisamos de você para protegê-los.

Visto que muitos desses serviços agora são essenciais na implementação de políticas de AA e CA, apoiar esses fluxos de trabalho e protegê-los tornou-se uma preocupação crescente da comunidade de CA e AA em geral. A formação da SCOSS representa um esforço liderado pela comunidade para ajudar a manter e, por fim, assegurar a infraestrutura vital.

Para más información sobre cómo apoyar, aquí: https://scoss.org/help-sustain-open-infra/become-a-funder/

Se você quiser postar no blog, escreva para o e-mail Ameli.conocimientoabierto@gmail.com comunicar a sua experiência e/ou contribuições no acesso aberto. A participação no blog está sujeita à avaliação por coordenadores. Os escritos publicados no blog Ameli são da responsabilidade do autor e não refletem necessariamente a opinião da AmeliCA.



Compartir entrada:

Reply